sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Ser Professor é: amar, amar e amar.

Bom dia!!!!!
Hoje estou em casa com prazer. É o dia do professor, e se tem uma coisa que me deixa feliz, é saber que minha escolha profissional foi consciente e é o que mais amo fazer. Amo estar entre os meus alunos, mesmo quando eles estão 'daquele jeito' :) E me sinto realizada quando nos olhinos deles vejo um brilho diferente do habitual. Quer saber quando ensinou bem? Olhe nos olhinhos deles :) São verdadeiramente o termômetro da sua aula. Portanto, hoje, não quero 'ensinar' nada por aqui :) Quero apenas agradecer e homenagear a todos os professores, inclusive aos meus eternos professores. Aqueles que contribuiram e contribuem para a minha formação integral. Aos meus alunos, o agradecimento por serem os responsáveis pelos meus sonhos, pelas minhas conquistas, pelos meus anseios, e pela minha realização como profissional. Vamos saber então como surgiu esta data(não tem jeito, a gente sempre arruma uma forma de ensinar alguma coisa):
O Dia do Professor é comemorado no dia 15 de outubro. Mas poucos sabem como e quando surgiu este costume no Brasil.
No dia 15 de outubro de 1827 (dia consagrado à educadora Santa Tereza D’Ávila), D. Pedro I baixou um Decreto Imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil. Pelo decreto, “todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras”. Esse decreto falava de bastante coisa: descentralização do ensino, o salário dos professores, as matérias básicas que todos os alunos deveriam aprender e até como os professores deveriam ser contratados. A idéia, inovadora e revolucionária, teria sido ótima - caso tivesse sido cumprida.
Mas foi somente em 1947, 120 anos após o referido decreto, que ocorreu a primeira comemoração de um dia dedicado ao Professor.
Começou em São Paulo, em uma pequena escola no número 1520 da Rua Augusta, onde existia o Ginásio Caetano de Campos, conhecido como “Caetaninho”. O longo período letivo do segundo semestre ia de 01 de junho a 15 de dezembro, com apenas 10 dias de férias em todo este período. Quatro professores tiveram a idéia de organizar um dia de parada para se evitar a estafa – e também de congraçamento e análise de rumos para o restante do ano.
O professor Salomão Becker sugeriu que o encontro se desse no dia de 15 de outubro, data em que, na sua cidade natal, professores e alunos traziam doces de casa para uma pequena confraternização. Com os professores Alfredo Gomes, Antônio Pereira e Claudino Busko, a idéia estava lançada, para depois crescer e implantar-se por todo o Brasil.
A celebração, que se mostrou um sucesso, espalhou-se pela cidade e pelo país nos anos seguintes, até ser oficializada nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963. O Decreto definia a essência e razão do feriado: "Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias".
Ser professor é...
Ser professor é professar a fé e a certeza de que tudo terá valido a pena se o aluno sentir-se feliz pelo que aprendeu com você e pelo que ele lhe ensinou... Ser professor é consumir horas e horas pensando em cada detalhe daquela aula que, mesmo ocorrendo todos os dias, a cada dia é única e original... Ser professor é entrar cansado numa sala de aula e, diante da reação da turma, transformar o cansaço numa aventura maravilhosa de ensinar e aprender... Ser professor é importar-se com o outro numa dimensão de quem cultiva uma planta muito rara que necessita de atenção, amor e cuidado. Ser professor é ter a capacidade de "sair de cena, sem sair do espetáculo". Ser professor é apontar caminhos, mas deixar que o aluno caminhe com seus próprios pés... Site http://www.blogger.com/Site%20www.diadoprofessor.com.br

2 comentários:

holders disse...

Parabéns a todos os nossos queirdos professores.

Ministério da saúde disse...

Olá, blogueiro(a)!

Na próxima semana, dia 1º de dezembro, o mundo todo celebra o Dia Mundial de Luta Contra a AIDS.

Abrace essa causa! Milhões de pessoas lutam, todos os dias, com um grande problema: o preconceito. Viver normalmente com o vírus HIV é possível, é real, e está cada vez mais comum.

Abrace esta causa! Utilize seu blog, seja parceiro dessa campanha, e mostre a todos que você também acredita em um mundo sem preconceitos: SOMOS IGUAIS!

Para ter acesso ao material de divulgação, entre em contato com comunicacao@saude.gov.br.

Obrigado!
Ministério da Saúde