segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Só para a gente refletir:

"Podemos julgar o coração de um homem pela forma como ele trata os animais". (Immanuel Kant)

Vacina vegetal ???? Dá-lhe Fiocruz!

Bom dia, flor do dia!
Caí da cama hoje :), mas, como meu horário novo de trabalho me deu a segunda feira de folga (neste dia só ministro aulas à noite), depois da postagem volto para meu edredom, afinal aqui no Pará não temos horário de verão).
Mas não antes de anunciar a 'boa nova', afinal, o Brasil pode ser o primeiro país do mundo a produzis vacinas contra a febre amarela, utilizando vegetais como uma espécie de tabaco.
Atualmente a vacina é feita utilizando ovos embrionados para produzir a proteína que permite a criação da vacina, e estes só são obtidos a partir de um único fornecedor brasileiro.
Os cientistas acreditam que utilizando as plantas, cultivadas em sistema hidropônico (veja hidroponia em http://www.fruticultura.iciag.ufu.br/hidropo.htm ), o que não requer grandes áreas de cultivo, ao contrário de granjas, que já somam com pastos um dos maiores responsáveis pelo desmatamento no Brasil (veja: http://marquesi-newsletter.blogspot.com/2010/11/consumo-mundial-de-carne.html).
Além do mais, o vegetal já é bem estudado e não é comestível, assim, não havendo em seu cultivo interferência na produção de alimentos.
A pesquisa é realizada na Bio-Manguinhos (Fiocruz do Rio de Janeiro).
Para este projeto, a Fiocruz assinou uma parceria com o Centro Fraunhofen para a Biotecnologia Molecular e a iBio Inc os Estados Unidos.
Estamos esperançosos e orgulhosos :)
Bom dia mais uma vez. Até mais!

domingo, 30 de janeiro de 2011

Gorila que anda em posição humana encanta pesquisadores, veterinários e visitantes do Zoo no Reino Unido.

Olás! Todo mundo está cansado de saber que eu amooooooooo gorilas. E este aí (vídeo) é bem interessante. Ele intriga os pesquisadores porque caminha como um homem, ereto. Os veterinários dizem que provavemente ele tenha aprendido andar assim para vigiar a entrada de comida. Que seja! Mas que é curioso é :) video

sábado, 29 de janeiro de 2011

"Nuvem de sabores" - comida inalada promete revolucionar o ato de degustar :)

Bom dia meus amores.
Hoje é sábado, e que tal após o almoço, uma sobremesa de creme de sonho de valsa, brownie com sorvete e para terminar creme de cupuaçu?
O quê? Você não pode engordar tudo isso?
E quem disse que você vai engordar? Afinal não estamos falando de comer, mas sim de cheirar :)
Não, não, eu não estou maluca, nem sob efeito do álcool.
É que na França foi consrtuído um aparelho onde as sobremesas podem ser cheiradas :), assim, não ingerimos as calorias delas.
As receitas são produzidas, transformadas em líquido e depois uma nuvem se forma no recipiente. A criação é de 2009, de um professor de Havard, David Edwards
O aparelho, chamado Le Whaf, promete resolver o problema dos aficcionados por doce, sem fazê-los pagar o ônus desse prazer :)
Sei não... de repente mastigar é um prazer sem igual...
Mas... como a novidade 'está na área', a gente vai aqui acompanhando. O que sabemos é que paladar e olfato são comandados por áreas comuns no cérebro, a dúvida, é: "será que cheirar sem mastigar, engolir e digerir, o sistema digestório deixaria de funcionar?" ou "e o suco gástrico formado durante a inalação, iria atuar onde? Isso não aumenta aschances de uma gastrite?"
É... vamos ver o que dizem mais lá na frente os adeptos dessa revolução gastronômica.
Eu, por enquanto, vou preferindo mastigar ;)
Aliás, tem um camarãozinho me esperando :)

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Camuflagem... uma estratégia pra lá de charmosa :)

Boa noite meus amores.
A natureza continua nos surpreendendo...
O que você pensa que está vendo?
Uma orquídea rara?
Que nada!
Você está vendo um louva-deus que 'se disfarça' de orquídea.
Que coisa mais linda né gente?
A foto foi feita pelo fotógrao Alex Hyde, especialista em insetos que se camuflam.
Fala sério! Fotógrafo tem essa alma que "enxerga além da imagem"...
lindo, lindo, lindo!
OBS: a dica da postagem foi também de um fotógrafo amigo meu.
Quer ver mais 'mágicos da camuflagem'?

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Novo Design!

Boa Noite! Calma, calma. Você está sim no BIOTRANSITANDO. Ele só mudou o design :) Aliás, eu adorava ele pretinho :) mas um aluno meu me sugeriu mudar o fundo preto, porque segundo ele, pode cansar demais quem lê textos longos. Eu resolvi testar. Se vocês gostarem... a gente permanece. Beijo. Hoje é só essa a novidade. Tô enrolada de serviço.

sábado, 22 de janeiro de 2011

Feira de Adoção no Rio de Janeiro amanhã 23/01/2011 - VAMOS NOS MOBILIZAR GENTE!!!

Feira de adoção neste domingo no Rio de Janeiro espera conseguir muitos 'papais e mamães' para os animaizinhos resgatados na tragédia provocada pelas chuvas.
Para adotar um animal, basta levar um documento de identidade e comprovante de residência, além de preencher um formulário que vai servir para os organizadores acompanharem o animal.
Quem não quiser adotar pode contribuir com donativos, dinheiro e medicamentos para ajudar a manter os animais nos abrigos. Neste domingo (23), a feira de adoção vai ser realizada no Parcão da Lagoa, no Corte do Cantagalo, das 9h às 16h.
O BIOTRANSITANDO fica aqui torcendo para que muitos animais encontrem um novo lar e que as pessoas abram seus corações para essa causa.
Animais são amigos e parceiros. Este aí da foto é o "negão", um adulto que apareceu na frente de casa cortejando uma de minhas cadelas, e nunca mais saiu da minha vida.
Ele teve seus dentes da frente arrancados (não sei como fizeram essa maldade nele), mas felizmente é um cão brincalhão, carinhoso e muito meigo. É meu "Scooby" como eu o chamo carinhosamente.
Meu grande sonho é ter uma ONG de proteção animal... quem sabe um dia... :)
Beijo gente.
Povo do Rio, vamos fazer presença adotando essas fofuras que precisam de tanto amor.

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

ALERTA GERAL SOBRE AJUDA AOS DESABRIGADOS DO RJ

Queridos, boa noite. Voltei hojé porque recebi nos meus comentários da postagem sobre a Tragédia no RJ, uma mensagem de alguém que se diz filha de um dos membros de uma ONG, e que alguém está se aproveitanbdo da desgraça para receber dinheiro alheio. Vou transcrever o comentário na íntegra. Gostaria de frisar que não são palavras minhas, mas merecem atenção. Quem souber algo sobre este caso, por favor, publique nos comentários ou mande um e-mail. ESTOU NESTE MOMENTO RATIFICANDO A INFORMAÇÃO DA POSTAGEM ANTERIOR. Abraços. "A conta do Bradesco que está disponibilizada na reportagem como sendo da ONG ESTIMAÇÃO de Teresópolis (Sociedade de Proteção Ambiental e Animal Grupo Estimação - http://www.estimacao.org/) é na verdade de uma pessoa física, que não tem nada a ver com a ONG. O nome da pessoa é Luíza Pinheiro e segundo informações, ao que tudo indica, esta pessoa está querendo tirar proveito do que está acontecendo, é uma pessoa conhecida pelos membros da ONG, que ao saberem da história ficaram estarrecidos. Isto é muito grave, ao meu ver precisa ser averiguado, podendo configurar até crime. RATIFICO QUE ESTA PESSOA NÃO TEM NENHUMA LIGAÇÃO COM A ONG. Isto pode denegrir a imagem da ONG e até mesmo prejudicar a sua finalidade de proteção aos animais. Peço encarecidamente a correção deste equívoco. O site G1 E A GLOBO.COM JÁ CORRIGIRAM A INFORMAÇÃO http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/chuvas-no-rj/noticia/2011/01/apos-chuva-mais-de-150-caes-sao-resgatados-em-teresopolis.html http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/chuvas-no-rj/noticia/2011/01/animais-sofrem-com-feridas-e-abandono-na-regiao-serrana-do-rj.html). O site da ONG também está errado. O correto é http://www.estimação.org/ PEÇO QUE PROVIDÊNCIAS SEJAM URGENTEMENTE TOMADAS. Os dados corretos são: Favorecido: Sociedade de Proteção Ambiental e Animal Grupo Estimação CNPJ 08996430-0001-17 Banco Itau Ag 6103 Conta 19918-5. Eu sou filha de um dos membros da ONG. Helena Filpi 19 de janeiro de 2011 11:34"

Pará registra 1º caso de DENGUE tipo 4.

Bom dia gente!!! Acordei as 5, passei na geladeira, peguei uma 'nhá benta da Kopenhagen', mas a cama ainda me chama rsrsrsrs, por isso vou fazer a postagem e aproveitar meu quarto frio e o meu edredom :) Hoje trazendo na íntegra, uma reportagem que chegou no meu e-mail sobre A DENGUE TIPO 4, cujo primeiro caso foi registrado aqui no Pará.
"Agência Brasil
BRASÍLIA - O Pará registrou o primeiro caso de dengue do vírus tipo 4. Um homem de 65 anos, morador do município de Santarém Novo, no nordeste do estado, contraiu a doença. Além do Pará, o Amazonas e Roraima também notificaram casos do sorotipo viral. De acordo com nota técnica da Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, o caso não tem relação com o surto de dengue tipo 4 identificado em Roraima, onde 18 pessoas foram infectadas desde o ano passado.
Segundo a secretaria, o homem não se deslocou para áreas com circulação do vírus tipo 4. Antes de adoecer, ele ficou alguns dias no distrito de Icoaraci, em Belém. Para a secretaria, trata-se de um caso autóctone, ou seja, contraído na própria capital paraense.
O caso foi confirmado por meio de exames do Instituto Evandro Chagas, no Pará, unidade de referência do país na área. O instituto também descartou suspeitas no município de Abaetetuba.
O ministério e as secretarias de saúde estadual e municipais já estão adotando medidas para reduzir as chances de novos casos desse tipo de dengue no Pará.
De acordo com autoridades de saúde, o vírus tipo 4 não é mais perigoso que os sorotipos 1, 2 e 3. Todos apresentam os mesmos sintomas - dores na cabeça, no corpo e nas articulações, além de febre, diarreia e vômito. O tratamento também é idêntico. A dengue tipo 4, que não circulava há 28 anos no país, preocupa porque a população não tem imunidade contra ela.
A Secretaria de Saúde do Amazonas confirmou na segunda-feira a primeira morte de dengue no estado este ano. Não foi informado qual o tipo de vírus contraído pela vítima - uma mulher que foi internada no último dia 13, em um hospital de Manaus. O Ministério da Saúde está investigando a morte". http://oglobo.globo.com/cidades/sp/mat/2011/01/18/para-registra-primeiro-caso-de-dengue-tipo-4-923536643.asp

sábado, 15 de janeiro de 2011

WSPA - SOCIEDADE MUNDIAL DE PROTEÇÃO ANIMAL pede ajuda para os animais desabrigados pela tragédia do RJ

A Sociedade Mundial de Proteção Animal está pedindo encarecidamente ajuda também para os animais que se perderam de seus donos e estão agora em abrigos.
Eles solicitam ajuda em forma de doação em dinheiro ou em rações, vacinas, medicamentos.
Vamos ajudar gente. O Brasil inteiro está ajudando as famílias desabrigadas, e para nós que amamos os animais, vamos esticar um pouquinho esta ajuda e estendê-la aos animais.
As doações em dinheiro podem ser feitas por depósito em nome de:
Defensores dos Animais
CNPJ: 04.363.242/0001-09
Banco Bradesco
Agência: 279-8
Conta-poupança: 172813-0
Caso você queira doar ração, medicamentos ou outros produtos:
Endereços para entregas de doações na região:
Ração, materiais, medicamentos:
GAPA - Grupo de Assistência e Proteção aos Animais Itaipava
Telefone: (24) 2222-8419
Clínica Bicharada
Estrada União Indústria, 10661, Itaipava/ Petrópolis (RJ) – CEP: 25750-225
ONG Combina (Companhia dos Bichos e da Natureza)
Rua José Eugênio Muller, 36, Centro – CEP: 28610-010 – Friburgo – Rio de Janeiro
Armazém do Gemmal
Estrada União e Indústria, 10.733, Itaipava – CEP: 25750-225
Tel: (24) 2222.0298

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

TRAGÉDIA NO RIO DE JANEIRO - O BRASIL ESTÁ MAIS UMA VEZ DE LUTO.

Meus queridos, eu queria dizer bom dia a todos com o mesmo entusiasmo de sempre, mas a situação arrasadora desde ontem no Rio de Janeiro não me deixa fazê-lo.
Amanheci com tristeza, pesar e medo, por saber que ainda não acabou, e que a chuva pode piorar essa tragédia.
Mais de 300 mortos.
As imagens impressionam, e segundo os especialistas, pedras que estavam no leito dos rios, vieram à tona e avançaram sobre as casas, junto com terra e água. Aparentemente, o mesmo poder do furacão Katrina que devastou New Orleans nos Estados Unidos em 2005.
Formada por Mata atlântica, a região serrana tem seu solo mais instável.
Eu ainda voltarei aqui para falar sobre os impactos ambientais que podem ser previstos antes da construção de obras, mas agora eu não quero falar de culpados.
Quero apenas dizer que hoje, TODOS nós, brasileiros, devemos parar um pouquinho e pensar: o que podemos fazer? Precisamos nos unir, precisamos fortalecer esse laço humano que nos une.
Nosso dinheiro em impostos, deve ser gasto agora para ajudar a estas famílias.
Por hoje eu quero apenas pedir para orarmos juntos por todos que estão desabrigados, pelos bombeiros e pessoas que estão se empenhando ao máximo para salvar pessoas, pelos nossos mortos, que Deus os acolha.
O Brasil está de luto. Meu coração está e luto.

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Belém, 395 anos.

Hoje, é aniversário de Belém. Quase 'quatrocentona', pois hoje celebra 395 anos, Belém ainda é o xodozinho de quem vai passear, mas sente saudade. Para Belém, que tanto precisa ser olhada no cenário regional e nacional, um poema, um carinho, um afago...

Belém dos meus encantos

Lá vem Belém, moreninha brasileira, com perfume de mangueira, vestidinha de folhagem. E vem que vem, ligeirinha, bem faceira, como chuva passageira refrescando a paisagem. Lá vem Belém, com suas lendas, seus encantos, seus feitiços, seus quebrantos, seus casos de assombração. E vem que vem, com seu cheirinho de mato, com botos, cobra Norato, com rezas, defumação. Lá vem Belém, recendente, feiticeira, no seu traje de roceira, na noite de São João. E vem que vem, com seus banhos de panela, alecrim, jasmim, canela, hortelã, manjericão. Lá vem Belém, a Belém dos meus encantos, dos terreiros, Mães de Santo, das crendices, do pajé. E vem que vem, com sobrados de azulejo, vigilengas, Ver-o-Peso, na enchente da maré. Lá vem Belém. No dia da Trasladação vela acesa, pé no chão, sempre firme em sua fé. E vem que vem, o povo implorando graça, sempre que a Berlinda passa com a Virgem de Nazaré. Lá vem Belém, junto de Nossa Senhora, dia do Círio ela implora saúde, paz e dinheiro. E vem que vem o povão, o povo inteiro porque Deus é brasileiro e Jesus nasceu em Belém. Sylvia Helena Tocantins Escritora e membro da Academia Paraense de Letras A poesia “Belém dos meus Encantos” foi musicada pelo compositor paraense Edyr Proença. Recebeu a Medalha “E. D’Almeida Vitor” no VI Concurso Nacional de Poesia realizado em Brasília em 1985.

domingo, 9 de janeiro de 2011

MESTRADO E DOUTORADO no IEMCI - UFPa.

Boa noite meus amores.
Hoje trago uma postagem rápida e objetiva.
É sobre os cursos de MESTRADO E DOUTORADO do IEMCI da UFPa. e de alguns cursos livres.
Uma excelente oportunidade que você não pode perder.
Sobre o Programa:
Objetivos:
Componentes curriculares
Processo Seletivo
Linhas de Pesquisa
Grupos
Contatos
ILC - Cursos Livres de Língua Estrangeira da UFPA (1º semestre de 2011)
Informações:
fone » 3201-7524
e-mail » cursoslivres@ufpa.br, clle@ufpa.br
site » http://www.cursoslivresonline.com.br/docs/EDITAL-2011.pdf

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Leilão da extinção - Maior atum do planeta é leiloado em Tóquio

Boa tarde!
É simplesmente sem noção um leilão realizado em Tóquio no início deste ano de 2011.
Eles leiloaram nada menos do que uma espécie que está 'EM NÍVEL CRÍTICO DE EXTINÇÃO' - o atum azul.
O peixe pesava mais de 300 quilos e foi arrematado por U$396 mil por uma dupla de donos de restaurantes: um de Tóquio e outro de Hong Kong.
Embora a WWF tenha colocado tal animal na lista das 10 espécies mais ameaçadas do planeta, o mercado asiático pouco se importa e utiliza o peixe para sushis e sashimis.
Nada contra a comida saudável, mas totalmente contra esse capitalismo exacerbado.
Mesmo com a Comissão Internacional para a Conservação do Atum no Atlântico tendo conseguido reduzir as cotas anuais de pesca no Mediterrâneo e no Leste do Atlântico de 13. 500 para 12.900 toneladas, isso ainda é insuficiente para os ambientalistas.
Na verdade, o que falta é a consciência. Espécies quando entram em extinção causam grandes desequilíbrios ambientais, e é nisso que não se pensa.
Se hoje os países asiáticos lucram horrores com estas espécies, eles precisam pensar que danos à natureza são como um 'efeito dominó'. Lá na frente, nem atuns, nem outras espécies que poderia lhes garantir alimento e lucro.
E depois não entendem as grandes crises...

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Tartaruga de rodinhas.

Hello meus amores!
Todos nós já ouvimos falar em paraplegia não é mesmo? Inclusive a boa notícia é que brevemente as pessoas vítimas deste problema poderão se movimentar a partir da tecnologia em robótica.
Mas... e se a impossibilidade dos movimentos acontecer com outros animais?
Bem... aí depende de sorte do bichinho encontrar quem o socorra e de boa vontade de pensar em algo que facilite sua vida.
A tartaruga da imagem sofreu lesão na coluna vertebral e no casco. Ela foi vítima de um cortador de grama, próximo a Tel Aviv (Israel).
Como foi socorrida a tempo, e contando com a perícia de cientistas do Wildlife Hospital no safári Ramat Gan, ela ganhou rodinhas e pode se movimentar :)
Bacana isso né?
É claro que ela ainda está se adaptando, mas já faz diferença na qualidade de vida do animal, uma vez que em outros tempos, uma das soluções seria sacrificá-la.
Eu adorooooooo quando salvam os animais :) É meu assunto favorito!
Beijosssssssssssssssssss!

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

O valor do professor - uma reflexão urgente.

Boa tarde meus amores! Hoje estive pensando nos dias que faltam para retomar minha grande paixão: "dar aulas". Desde 1991 quando pisei a primeira vez em uma sala de aula (ainda como professora de Maternal), descobri que aquilo era o que eu queria fazer... eu queria ser uma instigadora de curiosidades, e sem dúvida, o professor é isso. Ele não é aquele que ensina, mas o que desperta a vontade de aprender. Então, hoje, pensando em tudo isso, senti-me um pouco triste porque muitos valores se inverteram ao longo destes anos, e um deles foi o valor do professor. Compartilhei minha tristeza com uma amiga que tenho como exemplo de mestre (foi minha professora, minha orientadora do TCC e hoje doutoranda da UFPA, Ariadne Peres). Dine (como a chamo carinhosamente) me surpreendeu (como sempre) e me mandou um texto que recebeu de um amigo. Talvez... este texto seja a voz que eu queria ter. E se ele chegou às minhas mãos, compartilho com meus leitores. beijos grandes.
J’ACUSE !!!
(Eu acuso!)
(Tributo ao professor Kássio Vinícius Castro Gomes)
Mon devoir est de parler, je ne veux pas être complice.
(Émile Zola)
Meu dever é falar, não quero ser cúmplice. (...)
(Émile Zola)
Foi uma tragédia fartamente anunciada. Em milhares de casos, desrespeito. Em outros tantos, escárnio. Em Belo Horizonte, um estudante processa a escola e o professor que lhe deu notas baixas, alegando que teve danos morais ao ter que virar noites estudando para a prova subsequente. (Notem bem: o alegado “dano moral” do estudante foi ter que... estudar!). A coisa não fica apenas por aí. Pelo Brasil afora, ameaças constantes. Ainda neste ano, uma professora brutalmente espancada por um aluno. O ápice desta escalada macabra não poderia ser outro. O professor Kássio Vinícius Castro Gomes pagou com sua vida, com seu futuro, com o futuro de sua esposa e filhas, com as lágrimas eternas de sua mãe, pela irresponsabilidade que há muito vem tomando conta dos ambientes escolares. Há uma lógica perversa por trás dessa asquerosa escalada. A promoção do desrespeito aos valores, ao bom senso, às regras de bem viver e à autoridade foi elevada a método de ensino e imperativo de convivência supostamente democrática. No início, foi o maio de 68, em Paris: gritava-se nas ruas que “era proibido proibir”.
Depois, a geração do “não bate, que traumatiza”. A coisa continuou: “Não reprove, que atrapalha”. Não dê provas difíceis, pois “temos que respeitar o perfil dos nossos alunos”. Aliás, “prova não prova nada”. Deixe o aluno “construir seu conhecimento.” Não vamos avaliar o aluno. Pensando bem, “é o aluno que vai avaliar o professor”. Afinal de contas, ele está pagando... E como a estupidez humana não tem limite, a avacalhação geral epidêmica, travestida de “novo paradigma” (Irc!), prosseguiu a todo vapor, em vários setores: “o bandido é vítima da sociedade”, “temos que mudar ‘tudo isso que está aí’; “mais importante que ter conhecimento é ser ‘crítico’.” Claro que a intelectualidade rasa de pedagogos de panfleto e burocratas carreiristas ganhou um imenso impulso com a mercantilização desabrida do ensino: agora, o discurso anti-disciplina é anabolizado pela lógica doentia e desonesta da paparicação ao aluno–cliente...
Estamos criando gerações em que uma parcela considerável de nossos cidadãos é composta de adultos mimados, despreparados para os problemas, decepções e desafios da vida, incapazes de lidar com conflitos e, pior, dotados de uma delirante certeza de que “o mundo lhes deve algo”.
Um desses jovens, revoltado com suas notas baixas, cravou uma faca com dezoito centímetros de lâmina, bem no coração de um professor. Tirou-lhe tudo o que tinha e tudo o que poderia vir a ter, sentir, amar.
Ao assassino, corretamente , deverão ser concedidos todos os direitos que a lei prevê: o direito ao tratamento humano, o direito à ampla defesa, o direito de não ser condenado em pena maior do que a prevista em lei. Tudo isso, e muito mais, fará parte do devido processo legal, que se iniciará com a denúncia, a ser apresentada pelo Ministério Público. A acusação penal ao autor do homicídio covarde virá do promotor de justiça. Mas, com a licença devida ao célebre texto de
Emile Zola, EU ACUSO tantos outros que estão por trás do cabo da faca:
EU ACUSO a pedagogia ideologizada, que pretende relativizar tudo e todos, equiparando certo ao errado e vice-versa;
EU ACUSO os pseudo-intelectuais de panfleto, que romantizam a “revolta dos oprimidos” e justificam a violência por parte daqueles que se sentem vítimas;
EU ACUSO os burocratas da educação e suas cartilhas do politicamente correto, que impedem a escola de constar faltas graves no histórico escolar, mesmo de alunos criminosos, deixando-os livres para tumultuar e cometer crimes em outras escolas;
EU ACUSO a hipocrisia de exigir professores com mestrado e doutorado, muitos dos quais, no dia a dia, serão pressionados a dar provas bem tranqüilas, provas de mentirinha, para “adequar a avaliação ao perfil dos alunos”;
EU ACUSO os últimos tantos Ministros da Educação, que em nome de estatísticas hipócritas e interesses privados, permitiram a proliferação de cursos superiores completamente sem condições, freqüentados por alunos igualmente sem condições de ali estar;
EU ACUSO a mercantilização cretina do ensino, a venda de diplomas e títulos sem o mínimo de interesse e de responsabilidade com o conteúdo e formação dos alunos, bem como de suas futuras missões na sociedade;
EU ACUSO a lógica doentia e hipócrita do aluno-cliente, cada vez menos exigido e cada vez mais paparicado e enganado, o qual finge que não sabe que, para a escola que lhe paparica, seu boleto hoje vale muito mais do que seu sucesso e sua felicidade amanhã;
EU ACUSO a hipocrisia das escolas que jamais reprovam seus alunos, as quais formam analfabetos funcionais só para maquiar estatísticas do IDH e dizer ao mundo que o número de alunos com segundo grau completo cresceu “tantos por cento”;
EU ACUSO os que aplaudem tais escolas e ainda trabalham pela massificação do ensino superior, sem entender que o aluno que ali chega deve ter o mínimo de preparo civilizacional, intelectual e moral, pois estamos chegando ao tempo no qual o aluno “terá direito” de se tornar médico ou advogado sem sequer saber escrever, tudo para o desespero de seus futuros clientes-cobaia;
EU ACUSO os que agora falam em promover um “novo paradigma”, uma “ nova cultura de paz”, pois o que se deve promover é a boa e VELHA cultura da “vergonha na cara”, do respeito às normas, à autoridade e do respeito ao ambiente universitário como um ambiente de busca do conhecimento;
EU ACUSO os “cabeças–boas” que acham e ensinam que disciplina é “careta”, que respeito às normas é coisa de velho decrépito,
EU ACUSO os métodos de avaliação de professores, que se tornaram templos de vendilhões, nos quais votos são comprados e vendidos em troca de piadinhas, sorrisos e notas fáceis;
EU ACUSO os alunos que protestam contra a impunidade dos políticos, mas gabam-se de colar nas provas, assim como ACUSO os professores que, vendo tais alunos colarem, não têm coragem de aplicar a devida punição.
EU VEEMENTEMENTE ACUSO os diretores e coordenadores que impedem os professores de punir os alunos que colam, ou pretendem que os professores sejam “promoters” de seus cursos;
EU ACUSO os diretores e coordenadores que toleram condutas desrespeitosas de alunos contra professores e funcionários, pois sua omissão quanto aos pequenos incidentes é diretamente responsável pela ocorrência dos incidentes maiores;
Uma multidão de filhos tiranos que se tornam alunos-clientes, serão despejados na vida como adultos eternamente infantilizados e totalmente despreparados, tanto tecnicamente para o exercício da profissão, quanto pessoalmente para os conflitos, desafios e decepções do dia a dia.
Ensimesmados em seus delírios de perseguição ou de grandeza, estes jovens mostram cada vez menos preparo na delicada e essencial arte que é lidar com aquele ser complexo e imprevisível que podemos chamar de “o outro”. A infantilização eterna cria a seguinte e horrenda lógica, hoje na cabeça de muitas crianças em corpo de adulto: “Se eu tiro nota baixa, a culpa é do professor.
Se não tenho dinheiro, a culpa é do patrão. Se me drogo, a culpa é dos meus pais. Se furto, roubo, mato, a culpa é do sistema. Eu, sou apenas uma vítima. Uma eterna vítima. O opressor é você, que trabalha, paga suas contas em dia e vive sua vida. Minhas coisas não saíram como eu queria.
Estou com muita raiva. Quando eu era criança, eu batia os pés no chão. Mas agora, fisicamente, eu cresci. Portanto, você pode ser o próximo.” Qualquer um de nós pode ser o próximo, por qualquer motivo. Em qualquer lugar, dentro ou fora das escolas. A facada ignóbil no professor Kássio dói no peito de todos nós. Que a sua morte não seja em vão. É hora de repensarmos a educação brasileira e abrirmos mão dos modismos e invencionices. A melhor “nova cultura de paz” que podemos adotar nas escolas e universidades é fazermos as pazes com os bons e velhos conceitos de seriedade, responsabilidade, disciplina e estudo de verdade.
Igor Pantuzza Wildmann Advogado – Doutor em Direito. Professor universitário.

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Cancer - novo exame promete identificar e capturar células defeituosas.

Bom dia meus amores!
Enquanto aproveito o fim dos meus dias de recesso escolar, vamos tocando o BIOTRANSITANDO. Quando reiniciam as aulas, eu fico lotada de trabalho e aí já viu, o tempo diminui mesmo, mas enquanto isso... :) tá bom demais!
O post de hoje não poderia ser melhor: já imaginouum exame que além de detectar células cancerígenas, é capaz de capturá-las? Pois então não somente imagine como se dê conta de que ele já existe, e pode chegar ao mercado em breve.
O teste foi desenvolvido por cientistas do Hospital Geral de Massachusetts juntamente com o auxílio de uma multinacional do ramo da saúde, e prometem anunciar hoje esta parceria que permitirá a produção do exame em larga escala.
De forma bem geral, a tecnologia empregada no novo exame utiliza um chip como se fosse um cartão de crédito.
Nele, estão implantados cilindros semelhantes às cerdas de uma escova. Quando o sangue passa no chip, células cancerígenas grudam nos cilíndros e uma substância as cora, permitindo que sejam contadas e capturadas.
Todo esse empenho, também poderá diagnosticar precocemente os canceres, evitando que se espalhem.
Que notícia excelente para começar o dia e o ano!
Beijocas a todos.
Para saber mais...

domingo, 2 de janeiro de 2011

Nintendo DS 3D - proibido para menores de 6 anos.

Boa noite meus queridos.
Se você tem filhos, ou irmãos menores de 6 anos e estes estão implorando por um videogame em 3D, não fique com dor na consciência de negar o presente.
A Nintendo tem feito um alerta para seu lançamento, o "Nintendo DS 3D", agruardado com ansiedade por todos os aficcionados por vídeo games.
É que a imagem que este aparelho gera, é em 3 dimensões sem que o jogador precise utilizar óculos especiais. Por isso, a imagem gerada é diferente no olho esquerdo e direito, podendo trazer malefícios à visão de crianças com menos de 6 anos de idade.
Eles aconselham ajustar o vídeo game para apenas 2 dimensões.
Embora não haja comprovação de que o malefício ocorre, a Nintendo visa, além de informar às pessoas, evitar prováveis processos.
Bem, está dado o recado!

sábado, 1 de janeiro de 2011

Isabella Teixeira - uma bióloga no Ministério de Dilma Rouseff

Olás!!!!!
Enfim... estamos em 1º de janeiro de 2011.
Fiquei pensando o que postar hoje... porque aqui no BIOTRANSITANDO eu não posso planejar o que postar, uma vez que o blog vive do máximo de atualidade possível :), então, após assistir pela TV a posse da nova presidenta do Brasil e de seu ministério, trouxe um pouco sobre a ministra do meio ambiente. Pouco mesmo, porque na rede pouca coisa se apresenta sobre ela, e uma amiga foi quem me mandou o site onde encontrei algo sobre a Ministra Isabella Teixeira.
Incluvive vale lembrar que ela assumiu tal ministério ainda no governo Lula.
Segue a resenha compilada do site G1:
"Sem filiação partidária, Izabella é natural de Brasília. Nasceu em 09/10/1961. Formada em Biologia, a ministra tem mestrado em Planejamento Energético e doutorado em Planejamento Ambiental. É funcionária de carreira do Ibama desde 1984. Na instituição, exerceu o cargo de direção.
Izabella também atuou no governo do estado do Rio de Janeiro como subsecretária da Secretaria do Ambiente, de 2007 a 2008. Antes de assumir o comando do ministério, atuou como secretária-executiva da pasta de 2008 a 2009
A atual ministra ainda exerceu a condução e a gerência executiva de projetos e programas ambientais e de programas de cooperação internacional. É professora de temas voltados para a área ambiental na Universidade Federal do Rio de Janeiro e especialista em avaliação ambiental estratégica. Em seu currículo, consta que é uma pessoa de “perfil gerencial e executivo com experiência internacional”.
E aqui ficam os votos do BIOTRANSITANDO para que o 'novo' governo, defenda nossas terras rios, biodiversidade, e tudo seja feito para salvaguardar nosso 'país tropical'.
Bom início de ano para todos.