sábado, 5 de setembro de 2009

Bebê que nasceu com o coração fora do peito passa bem.

Bom dia meus amados, neste feriadão, espero fazer muitas postagens, mas a primeira, trata-se de uma raridade, que a medicna atual, teve condições de resolver.
Em Bihar, na Índia, uma situação nada comum surpreendeu a todos. Um bebê nasceu com o coração fora do peito. O pai, levou a criança de Bihar para Nova Déli, para ser tratada no India Institute of Medical Sciences, em uma viagem de 20 horas, de trem, sem ar condicionado.
A cirurgia deu certo e a criança hoje com 10 dias, passa bem.
O médico que a operou, informou que precisaram criar um 'espaço' dentro do peito par colocar o coração (que fica entre os dois pulmões normalmente - no mediastino).
É uma raridade o fato ocorrido, e denominado: ectopia cordis torácica.

12 comentários:

Peroba Kl-09 disse...

Embora esse problema ser de caráter recessivo e o pai e mãe da criança são normais em relação a esse problema(Ectopia Cordis Torácica)a criança tinha 1/4 de chance de ter qualquer problema, nesse caso a Ectopia Cordis Torácica.

Peroba Kl-09 disse...

Embora esse problema ser de caráter recessivo e o pai e mãe da criança são normais em relação a esse problema(Ectopia Cordis Torácica)a criança tinha 1/4 de chance de ter qualquer problema, nesse caso a Ectopia Cordis Torácica.
Alunos:Lucas Pereira; Iago Lima
Serie:1ºIIEM
Professor:Hebert Lehner

Anônimo disse...

Essa postagem da criança que nasceu com o coração do lado de fora de seu peito, serviu para demonstrar como a medicina esta muito avançada, com um serio risco desse a criança ja passa bem!!!

Daiane e Priscila
Ensino medio
Prof:Hebert

Anônimo disse...

Essa postagem do bebe que nasceu com, o coração do lado de fora do peito é muito interessante pois podemos observar o quanto a medicina esta avançada.

Daiane e Priscila
ensino medio
prof: Hebert

Camila disse...

Infelizmente o bebê ñ resistiu e faleceu.
Mas acredito que Deus sempre sabe o que faz.

lurian disse...

Achei muito interessante,pois revela-nos, algo que a medicina nunca tinha visto e que ela ainda assim,consegue reverter.Assim nos faz ficar mais interessados no assunto,que é a Medicina,e ter curiosidade sobre a diversidade que ela possui.
Lúrian M. Prates
1° ano do Ensino Médio.
Prof: Hebert.
CEDAF

MY BLOG disse...

SURPREENDENTE!!!!
Enquanto até pouco tempo atrás,uma simples gripe poderia matar pessoas, principalmente crianças e idosos, hoje com um caso raro desse, a medicina teve sucesso em poder solucionar esse problema.
O que leva a crer que(e tomara que seja) daqui para frente os avanços sejam cada vez maiores.

César e Gabriela
1°III Alunos do prof. Hebert

Anônimo disse...

Achamos muito interessante como esta avançada a medicina, pois uma raridade dessa conseguiu ser superada em um país que nem tem tanta tecnológia assim como a Índia.
Paloma Beatriz e Mayara Maia
Série: 1º Ano 4
Professor: Hebert
CEDAF

Anônimo disse...

certamente essa cirurgia foi um desafio para a medicina e felizmente conseguiu reverter esse quadro e ao mesmo tempo uma agonia para os pais da criança em ver o filho naquela situação.
Hugo e Iago
alunos do prof. Hebert
1º ano 4
CEDAF

Hugo disse...

certamente foi um grande desafio para a medicina realizar uma cirurgia como essa, e felizmente eles conseguiram reverter o quadro. E tambem deve ser uma agonia para os pais da criança que viram o bebe naquela situação.
Hugo Antonio e Iago Siqueira
alunos do prof. Hebert 1º ano IV

Anônimo disse...

essa reportagem mostra como a medicina atualmente está avançada mas mesmo assim o bebê não resistiu e morreu por causa desse problema (Ectopia Cordis Torácica).

Jhoabe e Lucas 1°Ano IV.

Prof:Hebert Lehner

Anônimo disse...

Muito curioso este caso,o bebê sobreviveu surpreendentemente graças a novas tecnicas e avanço da medicina, num caso muito raro e delicado eles conseguiram "abrir" um espaço para que o coraçao desta criança seja colocado em seu lugar.
Frederick
Turma 3
Prof: Hebert
CEDAF