quarta-feira, 15 de abril de 2009

Gêmeos siameses brasileiros recebem alta

Vários casos de gêmeos siameses aqui no Brasil já foram divulgados. Em geral são raros (vide link abaixo), 1 em 50.000 a 200.000. Porém semana passada, uma professora baiana que vive em Goiás, deu à luz a Heitor e Arthur, gêmeos que dividem a mesma bexiga e o mesmo intestino, além de só possuírem um fígado.
Eles nasceram unidos pelo abdome, e nesta segunda feira, antes de saírem da UTI, eles foram amamentados pela mãe pela primeira vez.
Eliana, disse que não via a hora de amamentá-los, e não conseguiu que eles fossem amamentados individualmente, uma vez que ficaram mal acomodados em seu colo. Ela então os amamentou simultaneamente.
Os médicos estudam uma forma de separar fisicamente Arthur e Heitor. A dificuldade está nos órgãos comuns aos dois (bexiga, intestino e fígado). Eles sabem, que cada um ficará só com uma das pernas, mas os órgãos comuns ainda são um mistério de como fazer.
As gravidezes gemelares em caso de siameses, ocorrem porque o zigoto (1ª célula da formação embriológica) que se duplicou não faz sua inteira divisão, resultando assim na má formação do corpo do indivíduo, e é um mistério para a medicina.
O que se sabe, é que muitos casos ainda ficam sem registro, uma vez que as famílias escondem o fato, ou ainda, as crianças não custam a morrer.
Em vários casos, as crianças adaptam-se e recebem o amor dos pais e da família, convivendo de forma possível.
E quando a medicina opta pela separação, normalmente é porque é possível fazê-la.
Ficamos na torcida para que no caso de Heitor e Arthur, tudo seja feito para que ambos possam desfrutar do melhor que a vida puder lhes oferecer.

Um comentário:

Danilinn disse...

Lá venho eu com minhas duvidas.Se é o cérebro que comanda os orgãos, como que funciona neste caso se são 2 cerebros pra uma bexiga e intestino?E esses orgãos unicos não ficarão sobrecarregados?Espero que tenha formulado a pergunta corretamente=). Abraços Dani o blog está uma maravilha, muito interessante!Danilo.